Donbass

Turquia envia soldados para ajudar a Ucrânia na guerra em Donbass

Alguns meios de comunicação de língua ucraniana e russa, estão relatando que a Turquia enviou soldados irregulares para ajudar a Ucrânia em sua possível operação militar em Donbass contra os separatistas pro-Rússia.

Além dos soldados, é do conhecimento de muitos, inclusive dos próprios separatistas, a aquisição dos Drones turcos, Bayraktar TB2 por parte do governo ucraniano.

Relatos vindos de algumas mídias dentro de Donbass, datam que os Bayraktar TB2 terão como objetivo, neutralizar os sistemas antiaéreos dos separatistas para que aviões bombardeiros auxiliem com facilidade, uma incursão terrestre do exército ucraniano em Luhansk e Donetsk.

Leia também: O possível cenário de guerra em Donbass no leste da Ucrânia

O primeiro vice-presidente do Comitê Estatal de Defesa da Duma russa, Alexander Sherin, confirmou o possível apoio da Turquia a Ucrânia.

Alexander Sherin disse o seguinte:

“Erdogan acredita que a Turquia é o país mais forte de sua região, o que lhe dá motivos para pensar na possibilidade de competir com a Rússia. Portanto, há o risco de invasão do Donbass pela Turquia”, disse Aleksandr Sherin em uma entrevista coletiva no centro de mídia Patriot.

Não está claro as reais intenções de Erdogan com a Ucrânia, mas para Alexander Sherin, o presidente turco pretender reerguer o Império Otomano.

“Até que alguém pare Erdogan, ele continuará a fazer o que está fazendo hoje. Ele quer reconquistar o poder do Império Otomano, mas ele não pode esquecer que o Império Russo ajudou a destruir o inimigo geopolítico”, disse Alexander Sherin.

De acordo com algumas informações interceptadas e vazadas para a mídia, é esperado que a Ucrânia lance uma ofensiva militar contra os separatistas por volta do dia 15 ao dia 25 de março.

Olá caros leitores!

Meu nome é Hericson, mais conhecido por vocês como CG_ADM.

Sou o fundador da rede de noticia militar, Conflitos e Guerras.

Espero poder está sempre ao lado de vocês provendo noticias de qualidade.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.