ASIA

Mongólia decreta lockdown em cidade com casos da Peste Negra

Dois casos de Peste Negra foram identificados em uma cidade da Mongólia na qual teve seus acessos bloqueados.

O governo da Mongólia, informou que decretou lockdown na cidade de Khovd e em uma outra região da província que tem o mesmo nome.

As duas pessoas que até então, não tiveram as suas identidades reveladas, testaram positivo para a doença da peste bubônica (Peste Negra).

Leia também: Novo vírus com potencial de virar pandemia, é identificado na China

Segundo as autoridades locais, os dois indivíduos contrariam a doença comendo uma marmota.

O NCZD (Centro Nacional de Doenças Zoonóticas da Mongólia) informou que cerca de 146 pessoas, tiveram contato direto com os contaminados e 504 tiveram contatos secundários. Ambos foram localizados e estão sendo monitorados.

Peste Negra

A peste bubônica ou simplesmente conhecida como peste negra, foi uma doença mortal que originou-se na Ásia e atingiu a Europa no século 14, matando mais de 50 milhões de europeus.

Alguns historiadores afirmam que o numero de mortes pode ter sido ainda maior e que 1/3 da população europeia da época, sucumbiu a doença.

Tratamento

Apesar de ser uma doença preocupante, é tratável hoje em dia com alguns antibióticos e a sua propagação a nível mundial, é bastante difícil por conta dos padrões de higiene superiores ao da época em que a peste se alastrou pela Europa.

Contudo, alguns cientistas acreditam que uma mutação da doença poderia colocar o mundo em risco novamente.

Via
Por Conflitos e Guerras
Fonte
RT

CG ADM

Olá caros leitores! Meu nome é Hericson, mais conhecido por vocês como CG_ADM. Sou o fundador da rede de noticia militar, Conflitos e Guerras. Espero poder está sempre ao lado de vocês provendo noticias de qualidade.

Artigos relacionados

Um Comentário

  1. Engraçado que qualquer coisinha já vira um alarde. Não há chances de termos uma nova pandemia de Peste Negra.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
Don`t copy text!
Fechar

Adblock detectado

Olá caro leitor Detectamos que você utiliza um bloqueador de propagandas. Se puder desabilitá-lo enquanto ler nossas noticias, ficaremos agradecidos