Coronavírus no Brasil

Família que estava na China, burla quarentena do coronavírus no Brasil

/

Família capixaba teria burlado o sistema de quarentena montado pelo Governo Federal para conter a vinda do coronavírus ao Brasil.

Uma aluna do Instituto Federal do Espírito Santo (IFES) Campus Cachoeiro de Itapemirim passou férias na cidade de Chongqing, na China, considerada até então, a segunda cidade mais afetada pelo coronavírus.

A primeira conforme dados oficiais da China, é Wuhan, onde o Governo Federal organizou uma operação para trazer brasileiros de volta ao país e se encontram em quarentena em Anápolis, Goiás.

[irp posts=”7214″ name=”Irã exibe o seu futuro míssil Sejjil com capacidade nuclear”]

Em um grupo de Whatsapp formado sobretudo por estudantes do segundo ano do Ifes, a aluna afirma que sua família conseguiu “burlar o sistema” para não serem enviados para Brasil na operação realizada pela Força Aérea Brasileira e que retornou ao país sem passar por quarentena ou exames que detectassem o coronavírus.

A família teria retornado ao Brasil no dia 15 de fevereiro. Nas conversas, a garota reconhece que o vírus pode ficar incubado sem apresentar sintomas por até 14 dias.

Primeira Nota do IFES

O Ifes confirmou o caso e informou que uma reunião entre a diretoria. E o Serviço de Vigilância Epidemiológica de Cachoeiro acontece na tarde desta quarta-feira (19) no campus.

A assessoria de comunicação do Instituto enviou uma nota oficial ao Hoje ES:

“O Ifes – Campus Cachoeiro informa que uma estudante do campus retornou recentemente de uma viagem de férias à China. De acordo com informações da família, a estudante passou por avaliação de médicos no Brasil e não houve nenhum indício de contaminação pelo coronavírus. 

Por cautela, após solicitações de estudantes e pais de alunos, a gestão do campus suspendeu as aulas da turma que ela faz parte na manhã desta quarta-feira (19).

A Gerência de Vigilância Sanitária do município e a Secretária Estadual de Saúde já estão informadas sobre o caso e o campus aguarda orientações formais sobre como proceder.”

Segunda Nota do IFES

Ao fim da tarde, após a reunião, a assessoria do Ifes encaminhou uma segunda nota, desta vez informando como procederá com a estudante. Confira:

“A gestão do Ifes – Campus Cachoeiro havia solicitado à orientações ao Centro de Informações Estratégicas de Vigilância em Saúde, do Governo do Estado.

Em resposta, o Centro informou que a aluna não está doente de qualquer sintoma respiratório, até a data de hoje, portanto não tem clínica respiratória e, portanto, não deve ficar de quarentena porque está assintomática, sendo assim, pode frequentar as aulas normalmente”. 

Ainda de acordo com a recomendação do Centro, as medidas de controle para todos os pacientes confirmados, através de consulta médica, com quadro de Virose Respiratória, e que estejam em ambiente coletivo são as seguintes: lavar as mãos frequentemente ou usar álcool gel para higiene das mãos, manter o ambiente coletivo limpo com uso de materiais de limpeza adequados ao local, manter ventilação adequada ao local.”

Abaixo, confira o comunicado interno do Ifes Cachoeiro e as mensagens da aluna em um grupo de estudantes da instituição. Os nomes dos jovens que participam do diálogo foram preservados.

Segue a conversa do grupo no WhatsApp

Fonte: Hoje ES

Olá caros leitores!

Meu nome é Hericson, mais conhecido por vocês como CG_ADM.

Sou o fundador da rede de noticia militar, Conflitos e Guerras.

Espero poder está sempre ao lado de vocês provendo noticias de qualidade.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.