Brasil e Rússia assinam acordo para aumentar as relações econômicas

O Conselho Empresarial Rússia-Brasil e a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos concordaram em apoiar as exportações e atrair novos investimentos russos para o Brasil.

O Conselho liderado pelo presidente da empresa química PhosAgro, Andrei Gúriev, e a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos do Brasil, assinaram o acordo na Segunda-Feira.

A assinatura do memorando ocorreu durante a reunião entre o ministro-chefe da Casa Civil do Brasil, Onyx Lorenzoni e representantes das empresas e do governo russo.

Leia também
Bolsonaro pretende repensar as relações com os EUA, e com Trump

Segundo os participantes do encontro, o memorando portanto facilitará os contatos entre empresas russas e brasileiras.

O memorando também cria um acordo para as associações industriais e câmaras de comércio dos dois países além de condições para o crescimento das economias.

“O volume de negócios entre a Rússia e o Brasil, que atingiu os US$ 5 bilhões em 2018, tem potencial de crescimento para ser multiplicado. Os nossos esforços conjuntos, portanto, ajudarão a facilitar o acesso de empresas russas ao mercado brasileiro”, disse Guriev à agência Regnum.

Leia também
EUA aprova medida para apoiar muçulmanos da China, e irritam Pequim

Segundo ele, os principais beneficiários do acordo assinado são portanto, os consumidores russos e brasileiros que poderão comprar produtos de alta qualidade a preços acessíveis.

“De nossa parte, vamos ajudar os nossos colegas brasileiros em seu trabalho no mercado russo, portanto, nossos países serão cada vez mais alinhados”, disse o presidente do Conselho Empresarial Rússia-Brasil.

Leia também
Trump sugere que os EUA usem a força militar contra a Coreia do Norte

Guriev ainda afirmou que Brasil e Rússia deram aval para que empresas públicas e estatais dos dois países trabalhem com facilidade em ambas as nações.

AMPLIAÇÃO DOS LAÇOS ECONÔMICOS ENTRE BRASIL E RÚSSIA.

O diretor da Apex-Brasil, Roberto Escoto, expressou confiança de que o acordo ampliará os laços econômicos entre os dois países.

O vice-ministro do Desenvolvimento Econômico da Rússia, Timur Maksimov, disse que as economias dos países “em termos de paridade de poder de compra excedem US$ 8 trilhões”.

Portanto, isso demostra que os dois países tem muitos motivos para se aproximarem.

COMPRA DE FÁBRICAS DE FERTILIZANTES DA PETROBRÁS PELA RÚSSIA.

A Petrobrás decidiu vender duas de suas fábricas de fertilizantes para a empresa privada russa Acron, que é ligada ao Kremlin.

A venda só aconteceu devido à negociações entre os presidentes Jair Bolsonaro, e Vladimir Putin.

Leia também
Atrito entre Bolsonaro e Fernádez pode criar crise entre Brasil e Argentina

Nos últimos cinco anos, as exportações da Rússia para o Brasil aumentaram 33%, e o motor do crescimento é o fornecimento de fertilizantes minerais.

Segundo Guriev, em 2018, participação dos fertilizantes minerais no bolo das exportações russas para o Brasil foi de 73%.

A PhosAgro, um dos maiores produtores de fertilizantes russo, vendeu fertilizantes minerais para o Brasil totalizando um valor de US$ 400 milhões.

Leia também
Rússia: Noticias confusas sobre as explosões na Sibéria

“A contribuição da indústria de fertilizantes minerais para o comércio bilateral deve-se portanto, em grande parte, à decisão da Câmara de Comércio Exterior do Conselho de Ministros do Brasil, que, em 2014, aboliu o imposto sobre a importação de fertilizantes de alta qualidade e ecologicamente seguros produzidos na Rússia”, explicou Guriev à agência Fertilizer Daily.

EMBAIXADORES COMEMORAM, E FALAM QUE ECONOMIAS SE COMPLETAM.

Segundo o embaixador do Brasil na Rússia, Tovar da Silva Nunes, as economias de ambos complementam-se com sucesso.

“Um bom exemplo: os fosfatos extraídos na região de Murmansk e o potássio extraído nos montes Urais enriquecem as terras brasileiras e retornam à Rússia na forma de soja, carne e outros bens agrícolas produzidos aqui”.

Portanto, elas se completam, finalizou o embaixador.

Leia também
Bolsonaro ver Trump anunciar a volta de tarifas ao aço e alumínio do Brasil

Segundo ministro-chefe da Casa Civil do Brasil, Onyx Lorenzoni, a cooperação com Moscou também ajudará a combater corrupção no Brasil.

“Estamos muito satisfeitos com o desejo das empresas russas de participar da criação de um novo Brasil realizado pela administração do presidente Jair Bolsonaro, portanto combatendo a corrupção e implementando importantes reformas e programas de desenvolvimento”, afirmou o Ministro.

 “Os investidores que vierem ao Brasil terão, portanto, um lucro muito bom”, completou.

A Rússia estaria ainda muito interessada em investir bilhões de dólares nas ferrovias do Brasil, devido ao plano de Bolsonaro de reativar a malha ferroviária do Brasil.

Isso, portanto, poderá trazer um investimento de dezenas de bilhões de dólares russos ao país, devido à grande extensão territorial brasileira.

Isso de acordo com os membros do governo russo na reunião.

Leia também
Haftar determina a imediata deportação de 200 imigrantes africanos

A Rússia ainda se uniu à China nos planos de entrar no mercado energético e na área de rodovias brasileiras, devido ao plano de privatização.

Portanto, são esperados muitos investimentos feitos por Moscou e Pequim no Brasil nos próximos anos.

FONTE: RUSSIA BEYOND

Mostrar mais

SKYFORCE

Olá eu sou o SKYFORCE e eu sou Administrador e editor da página e do site Conflitos e Guerras. Tenho como objetivo trazer notícias e informações diárias à todos vocês, sempre de forma séria e imparcial

Um Comentário

  1. É inegável que o Putin é forte mundialmente, seja economicamente, politicamente e, principalmente, militarmente… ocorre que temos objetivos ideológicos diferentes, particularmente, como cidadão brasileiro, almejo, uma democracia de qualidade para o povo brasileiro com desenvolvimento econômico e social, contrariamente ao que o Putin deseja para o Brasil, não queremos que o Brasil se torne uma Venezuela… ou seja, ou o Putin e a Rússia, juntamente com a China, aceitam a nossa opção pela democracia, ou nada perseverá…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Artigos relacionados

Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios