Bolsonaro ver Trump anunciar a volta de tarifas ao aço e alumínio do Brasil

//

O anuncio veio em meio ao que Trump chamou de desvalorização presidida pelo Brasil na qual prejudica os agricultores americanos.

O presidente do Brasil, Jair Bolsonaro viu os EUA voltarem a taxar o aço assim como o alumínio brasileiro. Isso ocorre em meio a forte desvalorização do Real frente ao Dólar.

O presidente americano, Donald Trump resolveu então anunciar que o seu país irá retornar a taxação do aço e do alumínio do Brasil.

Trump havia retirado essas tarifas após reuniões com o presidente Bolsonaro. Entretanto, decidiu recoloca-las devido à desvalorização na qual ele disse ser presidida pelo Brasil.

[irp posts=”6852″ name=”Atrito entre Bolsonaro e Fernádez pode criar crise entre Brasil e Argentina”]

O anuncio foi feio em sua conta no Twitter na qual ele disse o seguinte:

“O Brasil e a Argentina têm presidido uma desvalorização maciça de suas moedas. o que não é bom para os nossos agricultores. Portanto, com efeito imediato, restaurarei as Tarifas de todo Aço e Alumínio enviado para os EUA a partir desses países.

A Reserva Federal também deve agir para que os países, não se aproveitem mais do nosso dólar forte, desvalorizando ainda mais suas moedas. Isso torna muito difícil para nossos fabricantes e agricultores exportar seus produtos de maneira justa.”

Taxação

Embora isso não assuste o Ministro das Relações Exteriores do Brasil, a medida de Trump foi considerada por alguns analistas econômicos e políticos, como uma retaliação. Alguns brasileiros foram até o Twitter de Trump criticar a decisão.

[irp posts=”6798″ name=”Bolsonaro: Brasil se preparando para atos de terrorismo iguais ao do Chile”]

Bolsonaro respondeu dizendo que irá falar com Trump sobre isso se for o caso.

“Vou falar com o Guedes hoje. Alumínio? Vou falar com o Paulo Guedes agora. Vou conversar com o Paulo Guedes. Se for o caso, ligo para o Trump. Eu tenho um canal aberto com ele”, disse Bolsonaro

O presidente brasileiro, diz ter um canal aberto com o presidente dos EUA e não ver isso como uma retaliação e que nenhum crise entre Brasil e EUA pode vir a ocorrer.

Apesar de tudo. algumas fontes afirmaram que o Brasil deverá se aproximar ainda mais de Rússia e China.

Contrariando as expectativas, o presidente Bolsonaro mantem uma aproximação com Rússia e China, e já tem aumentado esses contatos, porém, de forma mais “silenciosa”, no entanto, com essas novas tarifas, a aproximação deverá ser mais “aberta”.

Retaliação

Certamente, opositores ao governo de Bolsonaro, disseram que isso poderia gerar uma crise entre os dois países. Eles estão tratando a decisão do presidente americano como uma retaliação e Bolsonaro respondeu.

“Primeiro que isso é munição para pessoal opositor meu aqui no Brasil, né? Vou conversar com o Paulo Guedes hoje ainda. Se for o caso, vou ligar para o presidente Donald Trump.

A economia deles não se compara com a nossa, é dezena de vezes maior do que a nossa. Não vejo isso como retaliação. Vou conversar com ele para ver se não nos penaliza com a sobretaxa no preço do alumínio”, declarou Bolsonaro em entrevista a rádio Itatiara de Minas Gerais.

[irp]

 

Olá caros leitores!

Meu nome é Hericson, mais conhecido por vocês como CG_ADM.

Sou o fundador da rede de noticia militar, Conflitos e Guerras.

Espero poder está sempre ao lado de vocês provendo noticias de qualidade.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.