Venezuelanos pró-Guaidó tomaram a embaixada do país no Brasil

Os pró-Guaidó fizeram essa "ofensiva" após os funcionários da Embaixada terem rompido com Maduro.

Venezuelanos-Maduro-Bolsonaro.

Em um episódio confuso, a Embaixada da Venezuela em Brasília foi ocupada no início da manhã desta quarta-feira por venezuelanos pró Juan Guaidó, presidente da Assembleia Nacional daquele país e reconhecido como “presidente interino” pelo Brasil e mais cerca de 50 países.

Segundo um comunicado divulgado mais cedo pela “embaixadora” designada por Guaidó para o Brasil, María Teresa Belandria, um grupo de funcionários da embaixada teria entrado em contato com os representantes do governo autoproclamado para informar “que reconhecem Juan Guaidó como presidente” da Venezuela.

Leia também: EUA impõem novas sanções contra Cuba e Venezuela

O grupo, segundo o comunicado, “entregou voluntariamente” a sede diplomática da Venezuela no Brasil à oposição.

Funcionários venezuelanos que estavam dentro da representação diplomática teriam sido notificados da ação e convidados a aderir ao movimento, “garantindo todos os direitos trabalhista”

Leia também: Brasil decide proibir a entrada de membros do governo de Maduro no país

Já Freddy Menegotti, encarregado de negócios da Venezuela no Brasil, nomeado pelo governo de Nicolás Maduro, afirma que a embaixada foi invadida, em uma ação calculada para coincidir com a cúpula dos líderes do BRICS (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul), que começa nesta quarta em Brasília.

Diferentemente do Brasil, todos os demais países do grupo reconhecem Maduro como presidente legítimo.

FONTE: O GLOBO.

Leia também
Três traficantes foram abatidos no Bairro Almerinda em São Gonçalo por PMs do 7BPM
Mostrar mais

SKYFORCE

Olá eu sou o SKYFORCE e eu sou Administrador e editor da página e do site Conflitos e Guerras. Tenho como objetivo trazer notícias e informações diárias à todos vocês, sempre de forma séria e imparcial

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Fechar
Fechar

Bloqueador de Propaganda Detectado

Por favor desabilite o bloqueador de propaganda