Turquia anuncia que terminou os preparativos para a invasão

O governo da Turquia anunciou que já preparou as suas tropas para atacar os curdos.

A Turquia disse nesta terça-feira que finalizou os preparativos para uma invasão militar no nordeste da Síria agora que os Estados Unidos começaram a retirar tropas da região

A saída dos americanos acabou abrindo caminho para um ataque turco contra forças lideradas por curdos aliadas há tempos dos EUA.

“As TSK jamais tolerarão o estabelecimento de um corredor de terror em nossas fronteiras. Todos os preparativos para a operação foram finalizados”, disse o Ministério da Defesa turco em uma rede social na manhã desta terça-feira.

Leia também: Erdogan afirma que vai “varrer os terroristas curdos da Síria”

As forças dos EUA foram retiradas de dois postos de observação em Tel Abyad e Ras al-Ain na segunda-feira, disse uma autoridade norte-americana.

Os outros militares americanos estão sendo retirados das demais posições, enquanto a aviação turca segue bombardeando alvos curdos no leste da Síria e no Iraque.

Leia também: Invasão da Turquia ao norte da Síria é anunciada pelos EUA

Um vídeo obtido pela televisão da Síria mostram explosões em Tal Tawil, na região de Hakaseh, perto da fronteira com o Iraque. Não há informações sobre vítimas.

Outros vídeos obtidos pela agência Reuters mostram militares curdos das Forças Democráticas Síria deixam a cidade de Deir al-Azor, no nordeste do país.

TRUMP AMEAÇA DESTRUIR A ECONOMIA TURCA CASO “EXAGEREM”.

O presidente Donald Trump alertou que “aniquilará” a economia da Turquia, que é aliada dos EUA na Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan), se ela agir na Síria de uma maneira que considerar “além dos limites”.

“Como eu afirmei enfaticamente antes, e só para reiterar, se a Turquia fizer qualquer coisa que eu,em minha grande e incomparável sabedoria, considerar além dos limites, destruirei e aniquilarei totalmente a economia da Turquia (já o fiz antes!)”, escreveu Trump.

As forças lideradas pelos curdos, que têm sido as parceiras mais hábeis dos EUA no combate ao Estado Islâmico na Síria, repudiaram a grande mudança de diretriz dos EUA, que viram como uma “facada nas costas”.

Mostrar mais

SKYFORCE

Olá eu sou o SKYFORCE e eu sou Administrador e editor da página e do site Conflitos e Guerras. Tenho como objetivo trazer notícias e informações diárias à todos vocês, sempre de forma séria e imparcial

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Artigos relacionados

Don`t copy text!
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios