AMÉRICASEUAORIENTE MÉDIO

Invasão da Turquia ao norte da Síria é anunciada pelos EUA

A Casa Branca anunciou no domingo (6) a invasão da Turquia no norte da Síria.

invasão da Turquia

Apesar dos EUA se considerarem os maiores responsáveis pela derrota do Estado Islâmico na Síria, no entanto, não apoiarão a invasão da Turquia.

Embora a “vitória” dos americanos, os mesmos resolveram manter-se na região por um tempo como forma de proteção para caso o grupo terrorista voltasse a se fortalecer. Contudo, a Casa Branca disse que não há mais motivos para ficar na Síria.

Leia também: SDF disse que será guerra total caso a Turquia ataque

Diante disso, o governo turco resolveu lançar uma operação militar no norte da Síria, local dominado pelos Curdos.

Os Curdos lutaram ao lado dos Estados Unidos contra o grupo terrorista Estado Islâmico em varias ocasiões, mas, ao que parece, não terão mais o apoio dos americanos.

A Casa Branca por sua vez, através da sua acessória de impressa, emitiu uma nota sobre o telefonema entre Donald Trump e Recep Erdogan. De acordo com o telefonema, Erdogan informou que irá lançar uma operação militar contra os Curdos no norte da Síria.

O Estado Unidos trataram logo de deixar claro que não apoiarão e nem participarão dessa operação militar.

Comunicado da Casa Branca

Comunicado Traduzido

Gabinete do Secretário de Imprensa
6 de outubro de 2019
Declaração do Secretário de Imprensa

“Hoje, o presidente Donald J. Trump conversou com o presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan por telefone.

A Turquia em breve estará avançando com sua operação planejada no norte da Síria.

As Forças Armadas dos Estados Unidos não apoiarão ou se envolverão na operação, e com as forças dos Estados Unidos, derrotando o “califado” do ISIS, não estarão mais na área imediata.

O governo dos Estados Unidos pressionou a França, a Alemanha e outras nações europeias de onde vieram muitos combatentes do ISIS, para que eles os pegassem de volta, mas eles não os quiseram e os recusaram.

Os Estados Unidos não os manterão por um período de muitos anos, pôs é um grande custo para o contribuinte dos Estados Unidos.

A Turquia agora será responsável por todos os combatentes do ISIS capturados na área nos últimos dois anos após a derrota do “califado” pelos Estados Unidos.”

Ou seja, os americanos não irão mais permanecer no norte da Síria, já que segundo eles, o Estado Islâmico foi derrotado. Agora é responsabilidade da Turquia capturar e manter os prisoneiros capturados pelos Estados Unidos nos últimos dois anos, sobre a sua custódia.

Ao que parece, isso foi um toma lá, da cá, onde Washington só liberou a operação militar turca, depois que Erdogan aceitou os termos citados acima. Mas isso é algo na qual não tem como saber, e se foi de fato um acordo, ficará nos bastidores.

Por fim, é esperado uma operação turca a qualquer momento contra o agora ex-aliado dos americanos.

CG ADM

Olá caros leitores! Meu nome é Hericson, mais conhecido por vocês como CG_ADM. Sou o fundador da rede de noticia militar, Conflitos e Guerras. Espero poder está sempre ao lado de vocês provendo noticias de qualidade.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
Don`t copy text!
Fechar

Adblock detectado

Olá caro leitor Detectamos que você utiliza um bloqueador de propagandas. Se puder desabilitá-lo enquanto ler nossas noticias, ficaremos agradecidos