Invasão da Turquia ao norte da Síria é anunciada pelos EUA

A Casa Branca anunciou no domingo (6) a invasão da Turquia no norte da Síria.

invasão da Turquia

Apesar dos EUA se considerarem os maiores responsáveis pela derrota do Estado Islâmico na Síria, no entanto, não apoiarão a invasão da Turquia.

Embora a “vitória” dos americanos, os mesmos resolveram manter-se na região por um tempo como forma de proteção para caso o grupo terrorista voltasse a se fortalecer. Contudo, a Casa Branca disse que não há mais motivos para ficar na Síria.

Leia também: SDF disse que será guerra total caso a Turquia ataque

Diante disso, o governo turco resolveu lançar uma operação militar no norte da Síria, local dominado pelos Curdos.

Os Curdos lutaram ao lado dos Estados Unidos contra o grupo terrorista Estado Islâmico em varias ocasiões, mas, ao que parece, não terão mais o apoio dos americanos.

A Casa Branca por sua vez, através da sua acessória de impressa, emitiu uma nota sobre o telefonema entre Donald Trump e Recep Erdogan. De acordo com o telefonema, Erdogan informou que irá lançar uma operação militar contra os Curdos no norte da Síria.

O Estado Unidos trataram logo de deixar claro que não apoiarão e nem participarão dessa operação militar.

Comunicado da Casa Branca

Comunicado Traduzido

Gabinete do Secretário de Imprensa
6 de outubro de 2019
Declaração do Secretário de Imprensa

“Hoje, o presidente Donald J. Trump conversou com o presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan por telefone.

A Turquia em breve estará avançando com sua operação planejada no norte da Síria.

As Forças Armadas dos Estados Unidos não apoiarão ou se envolverão na operação, e com as forças dos Estados Unidos, derrotando o “califado” do ISIS, não estarão mais na área imediata.

O governo dos Estados Unidos pressionou a França, a Alemanha e outras nações europeias de onde vieram muitos combatentes do ISIS, para que eles os pegassem de volta, mas eles não os quiseram e os recusaram.

Os Estados Unidos não os manterão por um período de muitos anos, pôs é um grande custo para o contribuinte dos Estados Unidos.

A Turquia agora será responsável por todos os combatentes do ISIS capturados na área nos últimos dois anos após a derrota do “califado” pelos Estados Unidos.”

Ou seja, os americanos não irão mais permanecer no norte da Síria, já que segundo eles, o Estado Islâmico foi derrotado. Agora é responsabilidade da Turquia capturar e manter os prisoneiros capturados pelos Estados Unidos nos últimos dois anos, sobre a sua custódia.

Ao que parece, isso foi um toma lá, da cá, onde Washington só liberou a operação militar turca, depois que Erdogan aceitou os termos citados acima. Mas isso é algo na qual não tem como saber, e se foi de fato um acordo, ficará nos bastidores.

Por fim, é esperado uma operação turca a qualquer momento contra o agora ex-aliado dos americanos.

Mostrar mais

CG ADM

Sou o fundador da pagina Conflitos em Guerras, a qual foi criada em 2014. Sou uma pessoa que trabalha como todo brasileiro e não recebo ajuda nem do governo e nem de empresas mandar a pagina e o site. Não sou formado em jornalismo, faço esse trabalho por gostar muito de deixar as pessoas informadas sobre esse seguimento na qual não tem muita cobertura das grandes mídias. Caso queria entrar em conta, envie um e-mail para o endereço [email protected]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Artigos relacionados

Don`t copy text!
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios