Rússia ofereceu a venda de armas hipersônicas aos EUA

Ainda não está claro se o presidente dos EUA considerou a oferta, já que Washington está tentando criar suas próprias armas hipersônicas.

“Bem, talvez eles o façam. Mas por que gastar dinheiro quando já o gastamos e poderia ter algo em troca sem prejudicar nossa própria segurança e para criar equilíbrio?”, acrescentou Putin.

Não ficou claro imediatamente se o presidente da Rússia estava falando sério sobre sua oferta ou se era um exemplo de ironia de alto nível, já que Moscou – assim como qualquer outra pessoa – sempre se mostrou relutante em vender as armas mais novas no exterior ou, pelo menos, criou versões especiais de exportação deles.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.