Bolsonaro diz que reconhecerá o Hezbollah como terrorista

O Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro disse nesta terça-feira (20) que pode sim vir a reconhecer o grupo libanês Hezbollah oficialmente como uma organização terrorista.

O presidente do Paraguai, Mario Abdo Benítez emitiu uma nota, oficializando a designação do grupo Hezbollah como uma organização criminosa e terrorista.

Perguntado por jornalistas se faria o mesmo, Bolsonaro confirmou que pretende seguir os passos do Paraguai

“Posso sim reconhecer o grupo como terrorista. Pretendo fazer isso aí, são terroristas mesmo”, disse o presidente.

Leia também: Brasil pode vir a considerar o Hezbollah como Terrorista

Bolsonaro ainda seguiu dizendo que o Hezbollah é igual ao grupo MST, a qual ele considera também um grupo terrorista aqui no Brasil.

“São grupos terroristas, como o MST, para mim, também é grupo terrorista. Os caras levam o terror no campo aqui, queimam propriedades, desestimula o homem do campo a produzir e isso é no Brasil todo, essa praga do MST”

Bolsonaro completou dizendo que tem informações do serviço secreto brasileiro que o Hezbollah age na tríplice fronteira entre Brasil, Argentina e Paraguai.

“Temos informes que têm pessoas deles por aqui também na tríplice fronteira e grupo do crime organizado no Brasil. Eles são unidos, podem não ser muito organizados, mas são unidos”.

É esperado já nos próximos meses ou semanas, a oficialização de Bolsonaro considerando o Hezbollah como uma organização terrorista.

Também é esperado retaliações tanto da comunidade libanesa no Brasil quanto por parte do governo iraniano, já que ambos apoiam o grupo militarmente e financeiramente.

Mostrar mais

CG_ADM

Olá caros leitores! Eu sou o Conflitos e Guerras ADM, Co-fundador da Pagina no facebook Conflitos e Guerras. É sempre uma honra publicar noticias para todos vocês.

Um Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Don`t copy text!

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios