Brasil se une à países como Rússia, China e Hungria em defesa das Filipinas de Duterte

O Brasil causou espanto em uma votação sobre a política de extermínio do presidente das Filipinas, Rodrigo Duterte. Anos após ser denunciada por grupos internacionais como uma barbárie, a ONU aprovou a abertura de uma investigação, por seu Alto Comissariado de Direitos Humanos, das execuções extrajudiciais e sumárias no país.

A investigação, proposta pela Islândia, foi apoiada por 18 países, incluindo 11 dos 12 europeus, à exceção da Hungria(Que é eurasianista), que votou contra. O  Brasil foi um dos 15 países que se abstiveram de votar a favor ou contra a investigação, assim como Afeganistão, Ruanda, Chile e Japão. Outros 14 países votaram contra a proposta, incluindo China e Cuba. A resolução pede ao Alto Comissariado de Direitos Humanos da ONU para preparar “um relatório escrito abrangente sobre a situação dos direitos humanos nas Filipinas”.

O governo de Duterte, que foi eleito com uma plataforma baseada em execuções extrajudiciais como método de combate à violência, diz que cerca de 6.600 pessoas “morreram em tiroteios” com policiais, mas observadores internacionais dizem que o número de mortos pode superar 27 mil, e que grande parte das mortes foram execuções sumárias. Em um relatório divulgado nesta semana, a Anistia Internacional afirma que o morticínio “chega ao limite dos crimes contra a humanidade”.

Segundo o estudo, “policiais operam com total impunidade e matam pessoas de bairros pobres cujos nomes aparecem em listas inventadas de ‘monitoramento das drogas’, estabelecidas fora de qualquer processo legal”. O relatório da Anistia descreve incidentes noturnos no qual policiais disparam contra suspeitos já rendidos, ou então os sequestram e levam até áreas remotas para serem assassinados. O presidente Duterte inúmeras vezes defendeu as execuções e jacta-se de ter ele mesmo matado pessoas.

Leia também
Ações contra bailes RJ: A PM acabou com um grande baile na Vila Cruzeiro, um traficante abatido
Mostrar mais

SKYFORCE

Olá eu sou o SKYFORCE e eu sou Administrador e editor da página e do site Conflitos e Guerras. Tenho como objetivo trazer notícias e informações diárias à todos vocês, sempre de forma séria e imparcial

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Fechar
Fechar

Bloqueador de Propaganda Detectado

Por favor desabilite o bloqueador de propaganda