Armas e um míssil foram apreendidos pela polícia da Itália em uma “base” neo-nazista pró-Rússia

/
2 min de leitura

Um arsenal que incluía um míssil ar-ar e várias armas de diferentes calibres foi apreendido nesta segunda-feira com simpatizantes de extrema direita no norte da Itália – informou a polícia local.

A operação antiterrorista investigava italianos “de ideologia extremista” que lutaram ao lado de rebeldes pró-russos contra tropas ucranianas.

O míssil estava em perfeito estado e é de um modelo utilizado pelo Exército do Qatar, de acordo com as informações oficiais.

Leia também: Itália determina que todo navio que resgatar refugiados no Mediterrâneo seja multado em 50 mil euros

As autoridades encontraram também 20 sofisticadas armas, entre elas rifles de assalto automáticos de “última geração” e grande quantidade de munição e de objetos de propaganda neonazista.

Na ação, três pessoas foram detidas: Fabio Del Bergiolo, de 50 anos, ex-candidato do movimento neofascista Forza Nuova; um suíço, de 42; e um italiano, de 51, que estavam perto do aeroporto de Forli (nordeste). A polícia suspeita de que os homens estavam tentando vender o míssil.

Leia também: Mídia internacional denúncia o premiê Salvini de ter recebido apoio financeiro da Rússia

“Temos algumas ideias sobre o que queriam fazer com o material apreendido, mas não vamos divulgar suposições”, declarou o chefe da polícia de Turim, Giuseppe De Matteis.

“Até o momento, não há nada que nos leve a pensar em projetos subversivos”, destacou Eugenio Spina, integrante do sctor antiterrorismo.

Olá caros leitores!

Meu nome é Hericson, mais conhecido por vocês como CG_ADM.

Sou o fundador da rede de noticia militar, Conflitos e Guerras.

Espero poder está sempre ao lado de vocês provendo noticias de qualidade.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.