Um SU-22 sírio foi atingido por um míssil AA dos rebeldes, mas “sobreviveu” e voltou à base

Um avião Su-22 das Forças Armadas da Síria sobreviveu a um ataque terrorista na província de Idlib, conseguindo chegar à base após o impacto direto de um míssil antiaéreo.

Fotos dos fragmentos de um estabilizador horizontal da cauda do Su-22 com inscrições características foram publicadas no Twitter.

Leia também: Militares armênios e russos participaram da defesa das cidades cristãs contra os rebeldes e terroristas em Hama

Aeronaves Su-22 de várias modificações permanecem o avião de ataque principal da Força Aérea da Síria. No começo do conflito armado neste país árabe, havia cerca de 50 aeronaves deste tipo. Atualmente permanecem cerca de 20.

Estes caças-bombardeiros com asas de geometria variável podem transportar vários tipos de armamento com o peso total de até 3.800 quilogramas e também dois canhões de 30 mm.

O avião pode voar a partir do solo a velocidades de até 1.350 km/h e até 2.230 km/h em grande altitude. O raio de combate é de cerca de 600 quilômetros.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.