Mike Pompeo disse que os EUA irã usar a intervenção militar se for necessário contra a Venezuela

/

Mike Pompeo deixou claro que os EUA irão sim usar a ação militar contra a Venezuela se for necessário.

Pompeo, também disse, que tinha estipulado um prazo para que o presidente venezuelano, Nicolás Maduro deixasse a Venezuela, e seria hoje, mas o governo Rússia se intrometeu e não permitiu a saída de Maduro.

Apesar da fala de Pompeo, não há nenhuma manifestação russa dizendo que Moscou impediu essa saída.

Lei também: Novos protestos são registrados na Venezuela

O que ocorreu por parte do governo russo, foi a fala do Ministro das Relações Exteriores, Serghei Lavrov que disse:

“A interferência dos EUA nos assuntos internos da Venezuela” é uma violação do direito internacional, caso isso ocorra, nessa caso, as consequências serão serias”

Pompeo então, respondeu dizendo que a Rússia deveria parar de se meter na Venezuela e deixa de se envolver militarmente na Venezuela, de defende-la

Lavrov então disse que o destino da Venezuela, tem que ser tomado pelos próprios venezuelanos.

Os dois falaram por telefone.

Após essa discussão, podemos dizer que Rússia e EUA estão oficialmente envolvidos militarmente um contra o outro na Venezuela, já que se os americanos estão prontos para invadir a Venezuela, os russos estão prontos para defende-la.

Não deixem de ler: 15 Militares venezuelanos leais à Maduro foram capturados por manifestantes agora em Aragua

Olá caros leitores!

Meu nome é Hericson, mais conhecido por vocês como CG_ADM.

Sou o fundador da rede de noticia militar, Conflitos e Guerras.

Espero poder está sempre ao lado de vocês provendo noticias de qualidade.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.