TOPSHOT - Security personnel inspect the interior of St Sebastian's Church in Negombo on April 22, 2019, a day after the church was hit in series of bomb blasts targeting churches and luxury hotels in Sri Lanka. - At least 290 are now known to have died in a series of bomb blasts that tore through churches and luxury hotels in Sri Lanka, in the worst violence to hit the island since its devastating civil war ended a decade ago. (Photo by Jewel SAMAD / AFP) (Photo credit should read JEWEL SAMAD/AFP/Getty Images)

O grupo terrorista Estado Islâmico “Daesh”, reivindicou a autoria do brutal ataque no Sri Lanka

1 min de leitura

Os primeiros elementos da investigação sobre os atentados que causaram 321 mortes no domingo de Páscoa no Sri Lanka apontam para represálias pelo tiroteio em duas mesquitas islâmicas na Nova Zelândia, informou o ministro da Defesa do país, Ruwan Wijewardene. O Estado Islâmico reivindicou a autoria dos ataques nesta terça-feira.

“As investigações preliminares revelaram que o que ocorreu no Sri Lanka foi em represália aos ataques contra os muçulmanos de Christchurch”, afirmou o ministro. Porém, Wijewardene não deu mais detalhes.

Quarenta suspeitos de ter alguma relação com o ataque de domingo foram detidos, mas nem todos os suspeitos foram identificados. O Estado Islâmico, embora tenha reivindicado a autoria da ação, não apresentou provas de que os terroristas mantinham algum vínculo direto com o grupo radical. Por isso, a declaração deve ser vista com cautela.

Porém, o premiê do Sri Lanka, Ranil Wickremesinghe, não descarta que o ataque tenha conexão com o grupo terrorista.

Olá caros leitores!

Meu nome é Hericson, mais conhecido por vocês como CG_ADM.

Sou o fundador da rede de noticia militar, Conflitos e Guerras.

Espero poder está sempre ao lado de vocês provendo noticias de qualidade.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.