Maduro pede à Bolsonaro que venda à Venezuela a ajuda humanitária que está em Roraima

/

Há duas semanas, o presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, pediu ao governo brasileiro que venda ao seu país toda a ajuda humanitária acumulada pelo Brasil na fronteira entre Brasil e Venezuela.

A ajuda humanitária parada na fronteira é composta por alimentos e medicamentos.

Maduro afirmou que “Não somos nenhum mendigo para ficar mendigando farelos para o mundo. Então eu peço ao presidente Bolsonaro que nos venda todos esses produtos parados na fronteira”

Maduro também voltou à apelar para que o Brasil reabra as relações diplomáticas com o seu país e “Volte à ter uma relação fraternal com a Venezuela”.

O governo brasileiro não respondeu à esses pedidos.

A Venezuela é dependente de alimentos e produtos vindos do Brasil.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.