“Guerra Civil” de traficantes da mesma facção já deixou muitos mortos Salgueiro

Traficante conhecido como Schumacher após ser morto pelo traficante 2N.

Uma “Guerra civil” entre traficantes de uma mesma facção transformou o Complexo do Salgueiro em São Gonçalo em um verdadeiro campo de batalha nessa semana, tiroteios durante tanto o dia quanto a noite sem assolado a região e o número de traficantes mortos não para de subir.

A guerra começou depois de que um traficante conhecido como “2N” invadiu a Comunidade Jardim Catarina e executou o traficante conhecido como Schumacher, um dos maiores líderes do tráfico do estado depois de Charlinho do Lixão(morto por PMs), além de Schumacher, ao menos outros 4 criminosos foram mortos nesse dia, inclusive seu braço direito e gerente do tráfico de drogas na Comunidade, “Esquilo”.

Após a morte de Schumacher, traficantes de outras comunidades da mesma facção, juraram vingança e invadiram hoje Jardim Catarina atrás de 2N e de seus “lealistas”, devido à isso os confrontos aumentaram de intensidade e mais criminosos já morreram dos dois lados.

Leia também: Dois traficantes foram abatidos e um terceiro foi ferido após confronto com PMs

Moradores relatam medo e o clima de guerra real em toda a região.

ônibus e táxis não circulam na região de forma normal e os comércios estão fechados por ordem do tráfico.

A PMERJ está no local e realiza um cerco tático na Comunidade, com muitas fontes falando que a PM pretende deixar os criminosos se matarem para depois entrar.

A recompensa oferecida por Schumacher era no valor de R$ 30.000,00, uma das maiores recompensas oferecidas por um criminoso no estado do Rio de Janeiro.

Leia também
Confrontos no Rio deixaram ao menos 2 PMs mortos e 11 traficantes abatidos nas últimas 48 Horas
Mostrar mais

SKYFORCE

Olá eu sou o SKYFORCE e eu sou Administrador e editor da página e do site Conflitos e Guerras. Tenho como objetivo trazer notícias e informações diárias à todos vocês, sempre de forma séria e imparcial

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Artigos relacionados

Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios