Rússia culpa Israel pelo incidente que derrubou o avião de vigilância Ilyushin 20 (IL-20) na costa da Síria

2 min de leitura
18 de setembro de 14:01:32

O Ministério da Defesa da Rússia alertou que poderia retaliar Israel nesta terça-feira, depois que uma de suas aeronaves de vigilância com 15 pessoas a bordo foi derrubada por um míssil terra-ar sírio sobre o Mar Mediterrâneo.

Equipes de resgate encontraram os destroços a cerca de 27 quilômetros da costa da Síria e recuperaram os restos mortais dos 15 membros do serviço russo.
Os militares russos disseram que o avião foi atingido acidentalmente por um dos mísseis S-200, que foram destinados a quatro caças israelenses F-16 que estavam atacando alvos na província costeira de Latakia, na segunda-feira.[post_ad]
A Rússia disse que a aeronave israelense “empurrou” o avião turboélice de vigilância russo Ilyushin 20 (IL-20) para a linha de fogo. O ministério acusou o exército israelense de “provocação intencional” e disse que Israel não advertiu a Rússia sobre sua operação na área até um minuto antes da greve.

“Usando o jato russo como escudo, os pilotos israelenses o colocaram no fogo dos sistemas de defesa aérea síria”, disse o porta-voz do Ministério da Defesa, general Igor Konashenkov, segundo a mídia russa.

“Como resultado das ações irresponsáveis ​​dos militares israelenses, 15 recrutas russos morreram. Isso está absolutamente fora de linha com o espírito da parceria russo-israelense. Nós nos reservamos o direito de tomar as medidas apropriadas em resposta.”

Falando depois na terça-feira em Moscou, o presidente russo, Vladimir Putin, disse que a resposta da Rússia ao incidente seria focada em “garantir a segurança” das forças russas na Síria. 

“Parece uma cadeia de trágicas circunstâncias acidentais”, disse Putin.

A Rússia tem sido um dos principais apoiantes do presidente sírio, Bashar Assad, e tem duas bases militares no país, incluindo uma perto da costa do Mediterrâneo.
Fonte: CBS NEWS

Olá caros leitores!

Meu nome é Hericson, mais conhecido por vocês como CG_ADM.

Sou o fundador da rede de noticia militar, Conflitos e Guerras.

Espero poder está sempre ao lado de vocês provendo noticias de qualidade.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.