ECONOMIA: Venezuela abandona o dólar como moeda de troca para o seu petróleo.

15 de setembro de 2017 – 20:40:52

O Ministério de Petróleo da Venezuela, informou que os seus barris de petróleos deixaram de serem cotados em dólar, agora a venda será feito em iuane, moeda da China.

Em um relatório que é emitido semanalmente pelo ministério, o novo preço do barril passou a ser cotado com a taxa de cambio de 6,55 iuanes por dólar, um pouco maior em relação a da semana passada, que era de 6,52 iuanes.

“A partir da presente semana, apresentaremos o preço médio do barril da Venezuela em iuane” informou o relatório.

[post_ad]Em analise, o barriu fechou no valor de 306,26 iuanes, que convertido em dólar, chega ao cotação de US$ 46,75 mostrando uma ligeira alta aos US$ 46,14 da semana anterior.
De acordo com o ministério, as perspectivas favoráveis de demanda e o perco baixo, ajudou na alta do preço.

“As perspectivas mais favoráveis sobre a demanda mundial e os relatórios de uma menor produção global contribuíram para que o preço do petróleo se fortalecesse durante a atual semana”.

Essa atitude foi apoiada tanto pelo governo da Russia, quanto da China que segundo os dois países, é um ato pioneiro e promissor, na qual colocaria a moeda norte americana em evidencia de recusa, podendo assim, arrastar outros países a seguirem o mesmo caminho.
Para muitos analistas financeiros, a recusa dos venezuelanos de vender os seus derivados de petróleo em dólar, colocando a moeda chinesa em evidencia, faz com que a economia norte americana entre em uma tendencia de forte crise, já que outros países também anseiam por essa troca de cambio na cotação dos seus barris e caso isso ocorra, não só uma crise econômica poderia surgir nos estados unidos ma como também, uma enorme crise institucional e politica.
Outros países tal como o Equador, também demostraram interesse em cotar seus produtos em outras moedas ao invés do dólar.
O grande motivo dessa atitude venezuelana, vem da politica agressiva que os EUA vem adotando contra o pais. O presidente Nicolas Maduro, já vinha tentando há bastante tempo, contornar as sanções impostas pelos americanos, desatrelando o dólar dos seus produtos.
Até o momento, não há nenhum pronunciamento oficial norte americano diante da decisão do governo venezuelano, mas alguns suspeitam que haverá retaliações por parte da Casa Branca.
Fontes: Sputnik / Exame / Wall Street Journal

Leia também
Ultimas notícias da Venezuela
Mostrar mais

CG ADM

Olá caros leitores!Meu nome é Hericson, mas conhecidos por voce como CG_ADM. Sou o criador da pagina no Facebook e do Site Conflitos e Guerras. Espero poder está sempre ao lado de vocês provendo noticias de qualidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Fechar
Fechar

Bloqueador de Propaganda Detectado

Por favor desabilite o bloqueador de propaganda