Ucrânia realiza seus testes de misseis próximo a Crimeia sem resposta da Rússia

01 de dezembro de 2016 – 11:34:29


Os exercícios militares com misseis balísticos por parte da Ucrânia. perto da península do Mar Negro é o primeiro na nova fase da ex-república soviética e um sinal de que ela está recuperando a assertividade em face de seu arqui-inimigo a Rússia.

Na ocasião, o presidente ucraniano Petro Poroshenko twittou a seguintes mensagens.

“Ninguém vai nos deter. Nós estaremos agindo no interesse do povo da Ucrânia!”

Um porta-voz militar ucraniano disse ao site de notícias ucraniana 112.ua em Kiev que a Ucrânia não estava violando as leis internacionais.

“Os lançamentos começaram. Tudo está indo conforme o planejado”, informou Volodymyr Kryzhanovskiy.

Ele disse que os jogos de guerra incluíram unidades de defesa aérea, bem como drones militares e sistemas de misseis terra-ar S-300.
Kryzhanovskiy acrescentou que nenhum dos mísseis iria pousar mais perto de 30 quilómetros (19 milhas) de Crimeia.
Imagens dos testes
A mídia ucraniana estava cheio de especulação na quarta-feira que a Rússia pretendia abater os mísseis da Ucrânia, quando começasse os testes.
O porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da Mariana Ucraniana, Betsa disse ao site Ukrainska Pravda que Kiev tinha recebido várias notas e cartas dos chanceleres russos e de defesa protestando contra os testes.
As mensagens de Moscou destacavam que os “testes supostamente violariam a soberania da Rússia e a lei internacional”, disse Betsa.
O Kremlin inicialmente não confirmou o envio de nenhuma mensagens de aviso.
Mas o porta-voz Dmitry Peskov disse em uma edição online desta quinta-feira no Vedomosti que a Rússia de fato abateria os mísseis se esses emitisse algum tipo de ameaça.
Peskov disse que os testes poderiam “criar condições perigosas para vôos internacionais que cruzam o território da Rússia e nas regiões vizinhas”.
Uma fonte não identificada no exército da Criméia disse à agência de notícias estatal RIA da Rússia de que os sistemas anti-mísseis de sua região tinha sido colocado em um estado elevado de alerta.
O chefe nacional do Conselho de Segurança da Ucrânia, advertiu na quarta-feira que essa intimidação não iria funcionar.

“As ameaças de usar armas contra a Ucrânia são um esforço para transformar a guerra híbrida na qual a Rússia vem travando contra nós durante os últimos três anos, em uma guerra ativa “, disse Oleksandr Turchynov.

O a segunda bateria de testes está previsto para ter duração de duas horas na sexta-feira.
Fonte: Liveuamap

Mostrar mais

CG ADM

Sou o fundador da pagina Conflitos em Guerras, a qual foi criada em 2014. Sou uma pessoa que trabalha como todo brasileiro e não recebo ajuda nem do governo e nem de empresas mandar a pagina e o site. Não sou formado em jornalismo, faço esse trabalho por gostar muito de deixar as pessoas informadas sobre esse seguimento na qual não tem muita cobertura das grandes mídias. Caso queria entrar em conta, envie um e-mail para o endereço [email protected]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Artigos relacionados

Don`t copy text!
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios