Rússia envia 55 mil soldados para fronteira com a Ucrânia e tensão eleva.

2 min de leitura

30 de novembro de 2016 – 19:32:26

Vladimir Putin enviou 55.000 tropas para a fronteira com a Ucrânia em mais uma demonstração de força, levantando a preocupação de uma invasão por parte da Rússia.

Rússia posicionou 55.000 mil soldados em sua fronteira com a Ucrânia no mais recente sinal de agressão por parte de Putin, gerando receios crescente de que Moscou esteja se preparando para uma grande guerra.
O envio de tropas soma-se aos 7.500 soldados russos já estacionados na Ucrânia.
O Vice-ministro da Defesa da Ucrânia Ihor Dolhov fez o anúncio em Kiev, onde os funcionários disseram está convencidos de que a Rússia está tentando derrubar o governo.
Dolhov disse ao site de noticia Ucraniana Liga.net numa conferência de imprensa que a Rússia está acumulando tropas na fronteira alem do que já estão estacionados na Ucrânia.


“Atualmente, a Rússia acumulou cerca de 55.000 militares perto da fronteira ucraniana. A presença do exército regular da Rússia sobre o território da Ucrânia varia de 5.000 a 7.500 soldados, mas na Criméia, este número é de 23.000 soldados, dos quais 9.000 estão na fronteira administrativa.

Há também relatos de outro acúmulo de soldados na Bielorrússia, perto da fronteira com a Ucrânia, de acordo com Unian.
O Ministério da Defesa russo anunciou anteriormente, planos para enviar 80 vezes mais soldados e equipamentos militares para a Bielorrússia em 2017.
Rússia ocupou a Crimeia em 2014, mesmo ano em que lançou uma série de ataques condenado na Ucrânia.
Há alguns combates em curso na região de Donbass onde separatistas pro-russos apoiados pelo Kremin, permanecem em desacordo com o exército ucraniano na República Popular de Donetsk.
O temor é que que a Rússia invada a Ucrânia para tomar posse das terras que ligam o continente a Crimeia, onde a Ucrânia acredita que Putin criaria uma administração para ajudar Moscou contra o Ocidente.
Fonte: Daily Mail

Olá caros leitores!

Meu nome é Hericson, mais conhecido por vocês como CG_ADM.

Sou o fundador da rede de noticia militar, Conflitos e Guerras.

Espero poder está sempre ao lado de vocês provendo noticias de qualidade.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.